20070413

Janela

Foto: M. Teixeira
Frondosas, as margens recurvavam-se como que em abraço pela paisagem. O rio, nas sombras taciturno, desfranzia-se pela luz ao sol-nascente. Os pássaros, em bandos, revoavam, desciam, subiam de repente, na falsa inquietação da alegria. Era azul e era verde em feira franca. Mais perto, o burburinho saltitante dos pardais, os pombos em arrulhos pela calçada, as varandas transformadas em beirais. Despedindo-se, o frio da madrugada, deixava um rasto de água e uma aragem. Nos prédios, os raios incidentes criavam estrelas refulgindo nos metais e, nas ruas, acordavam os rumores do dia-a-dia. A minha janela tornara-se viagem... e lavada já da noite, eu renascia.

Até loch :)

1 Comments:

Blogger belinha said...

Linda vista!!Linda como a minha Bruxa!

Os CTT estão a dar a oportunidade de desenharmos um selo para 2008.Papelustro,blogger figueirense, escolheu o tema O imaginário infantil porque...o melhor do mundo são as crianças.Para que a Bruxinha viaje nos envelopes de Portugal inteiro precisa do vosso VOTO!É fácil: cliquem no link, insiram o vosso email e depois confirmem o voto no email que vão receber na vossa caixa de correio!
Obrigada!

Vote aqui

4/22/2007 06:16:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home